Melhor câmera on-board do mundo - OFICIAL ReplayXD.com.br
Melhor câmera on-board do mundo - OFICIAL ReplayXD.com.br

Powered by WP Bannerize

VIAGEM DE MOTO


Esse texto não te por finalidade ensinar os motociclistas, afinal a maioria já leu ou já sabem os procedimentos a serem usados de acordo com as mais diversas situações, porém, nos como motociclistas que somos, estamos sempre prontos a participar quando o assunto é segurança com motocicletas.

 

Conselhos úteis e de segurança para uma boa viagem de moto

OBSERVAÇÃO: A presente matéria tem por objetivo orientar motociclistas que realizam viagens curtas ou/e longas; não possuo interesse econômico com a divulgação da mesma, e minha recompensa é facilitar, ou salvar vidas de motociclistas que possuem o hoby de viajar de moto, e em conseqüência não me responsabilizo por qualquer evento, por mais diversificados que forem.

Os “Conselhos úteis e de segurança para uma boa viagem de moto” é o resultado de compilações de diários de bordos, e anotações que realizei em mais de 100.000 quilômetros de viagens. ESTA OBSERVAÇÃO FAZ PARTE INTEGRAL DO ABAIXO DESCRITO.

1. Decidir o destino (trajetória), com a maior pesquisa sobre o local, condições das estradas, distâncias, postos de abastecimentos dentro da autonomia das motos, o que pretende visitar, conhecer, como chegar. É útil levar o mapa rodoviário, e assinalando o trajeto que vai percorrendo anotando os locais dos pernoites. Em relação às despesas, verificar em separado o titulo MONTAGEM FINANCEIRA, bem como O QUE LEVAR.

2. Procurar parceiros ideais, números de dois (máximo de três), que possuem motos parecidas em cilindradas, ou que andem na mesma proporção em velocidade de cruzeiro.

3. Andar em média entre 500 a 800 Km/dia, com a velocidade entre 100 e 120 Km/hora.

4. Sair o mais cedo possível do dia, pois rende a viagem (facilitar o manuseio das bagagens, retirando somente o que vai ocupar no período noturno, deixando os alforjes na moto prontos para continuar a viagem no dia seguinte, (quando possível, dependendo dos dias que permanece no local, observando a segurança das motos e bagagem, na pousada,) (fica próximo ao quarto) hotel (com garagem segura e fechada), e camping (ao lado da barraca).

5. No primeiro posto de combustível à direita da pista, após 200 Km de percurso, parar, deixando a moto bem a vista na estrada e entrada do posto, para o parceiro ver, ir ao banheiro, comer alguma coisa, tomar refrigerante ou muito líquido, não ingerir bebidas alcoólicas, e procurar caminhar (movimentar-se, fazer alongamento) para descontrair os músculos. Conforme a autonomia das motos, quando a menor abastece, todas tem que abastecer. Tais procedimentos serão repetidos a cada 200 Km, procurando-se diminuir o tempo de parada no posto. (No terceiro dia, dois motociclistas, chega-se a 10 ou 12 minutos de parada).

6. Quando for viajar com mais de um parceiro, não esquecer do esquema: “olho na luz da moto”, (na estrada, diminui-se a velocidade, até que o motociclista da frente visualize a luz da moto, e na cidade não pode perder-se a luz da moto do parceiro que vem atrás, para e espera, ou/e retorna).

7. Um motociclista leva o celular com bateria carregado, e previamente combina a forma e horário de se comunicar, em caso de perder.

8. Todos os objetos deverão ser embalados nos alforjes, em sacos plásticos transparentes, para facilitar o manuseio, por causa da chuva, poeira, dividindo os objetos conforme a finalidade e praticidade (saco plástico transparente, evita ter que abrir o saco para ver seu conteúdo; praticidade, cada saco contém só calça, só camiseta, sendo que meia e cueca vão em um único saco)

 

9. Realizar a previsão de quilometragem diária, com gastos de combustível, hospedagem, alimentação, e extras, levando aproximadamente 70% em moeda corrente, e o restante em cheques, andando diariamente com o valor de dois dias de previsão, em dinheiro, em bolsos separados, o restante fica estrategicamente guardado na moto. O talão e o cartão de cheques ficam separados.

10. Qualquer um dos motociclistas pode parar para tirar fotos.

11. Havendo um ou mais apressadinho, antes de dobrar ou entrar em um trevo, a moto da frente deverá aguardar até a última chegar.

12. Antes de ir para o camping, pousada, hotel, motel, revisar a moto (utilizar a listagem que vem no manual (fica em forma de xerox junto com os documentos para maior facilidade), encher o tanque, calibrar os pneus (de preferência com hidrogênio) engraxar a corrente, etc…)

13. Ao chegar na cidade do pernoite, parar no “point” da cidade, e saber qual o hotel ou similar, que fica perto da vida noturno, verificando a habitabilidade do mesmo (chuveiro, cama, barulho e segurança). Pode pegar um outro mais retirado, entretanto para visitar a vida noturno, é conveniente que se locomova de táxi.

14. Evitar viajar no período noturno. Um dos principais conselhos é um bom sono, tranqüilo e seguro = DORMIR BEM.

 15. No período noturno, na pousada ou similar, após o banho, jantar, etc…, deixar os alforjes prontos e também o traje de viagem do dia seguinte, (se for vestir o mesmo traje, coloca-se em frente a cama, de tal forma que quando tirar, já facilite para vestir), já guardando em separado o vestuário do dia anterior para agilizar a saída.

16. Se optarem ficar na cidade ou praia, etc, é após o jantar que se verifica o roteiro, local onde visitar, tomando informações por mapas, garçons, funcionários da pousada, campistas, viajantes, etc, atualizando o diário de bordo. Por segurança e havendo a disponibilidade, poderá realizar, “no mínimo dois motociclistas”, um passeio noturno pela cidade (não esquecer de levar o cartão da pousada, hotel, ou camping).

17. Tomar decisões: Vence a maioria, procurando observar as possíveis conseqüências, maiores conhecimentos da região, especialmente pontos turísticos ou do interesse em geral, dando preferência ao bom senso e coleguismo.

18. Liberdade total para receber e chamar a atenção sobre as regras de trânsito e segurança.

 19. PREPARANDO O RETORNO: procure sempre realizar por outro trajeto, bem como iniciando a preparação espiritual, psicológica, para começar o BASQUETE ao final do destino, e a despedida dos motociclistas.

20. Parceiro que sai junto, chega junto = REGRA GERAL

BOA VIAGEM – de um Motociclista, que tem uma só regra: Viajar com segurança, bem consigo, com todos, e com a natureza.

Antonio Ribeiro – MCBDA – SC – antoniorribeiro@yahoo.com.br 

 “Quando viajo de carro aprecio a paisagem… Quando viajo de moto faço parte dela”

23 Comentários

  1. leoesd07

    Olá pessoal, eu sou Leandro Oliveira, tenho 27anos, sou casado, sou do interior de Gov.
    Mangabeira-Ba. Mas moro em Salvador-Ba,bairro Brotas, próximo da Comercial Ramos, na
    via ACM à 2 anos. Eu sou apaixonado por moto, desde 2003 e só conseguir possuir minha
    moto em 05/11/2012 demorou tanto devido a vários fatores. É uma CG TITAN150 ESD, foi a
    que eu pude pagar,é uma moto muito boa. Só que eu gosto muito de viajar já fiu no meu
    interior 3 vezes com ela e gostaria muito de participar de um grupo de motoqueiros,mas
    tem um problema a minha moto ela É de baixa cilindrada e é cansativa pra percorrer longas
    distancia, eu sou louco por uma XRER300 ou uma FALCON400 essa sim, estaria a altura pra
    viajar com vcs e dentro do meu orçamento .Eu fiz minha primeira viagem sozinho e DEUS no
    dia 20/02/2013 saindo de Salvador para casa de minha mãe em Gov. Mangabeira-Ba,depois
    fui para casa de parentes em Itaberaba-Ba, Ruy Barbosa-Ba, Baixa Grande-Ba e Tapiramutá-
    Ba e de lá vim direto pra Salvador cheguei dia 01/03/2013 foi maravilhosa a viagem graças
    à DEUS. Agora numa TITAN foi puxado,ao todo 1.400km e uns quebrado. Então pessoal vcs
    que participam de algum grupo, e são amantes do motociclismo assim como eu, me ajudem
    sou habilitado e só subo numa moto só se for equipado(capacete,jaqueta,luva,calça e botas)
    custou caro mais a minha proteção é mais importante, não é? sou um motoqueiro
    consiente, peço-lhes caríssimos colegas de estrada, quem quizer me conhecer a minha
    pessoa pra poder realizar meu sonho é só entrar em contato(71-8298-7804) e
    (71-9647-1740) nem que seja só pra conversar. Eu trabalho bem verdade, sou carpinteiro só
    que a minha reda(1.000reais) não dá pra adquirir uma outra moto logo, se em uma TITAN
    eu levei quase dez anos pra possuir imaginem pra comprar uma XRE300 ou uma
    FALCON400? Eu pago aluguel(350reais) tenho minha familia, pago as prestações da moto
    ainda(197reais) pago o seguro dela(134reais)porq ruim com ele pior sem ele, eu comprei
    com tanto sacrificio e se eu não botasse no seguro, já pensou se e o vagabudo leva, cara! ia
    doer demais não posso nem pensar nisso.Então pessoal olhem por mim, vcs que tem um
    realzinho à mais realizem meu soho que não tenho como realizá-lo. Quero viajar com vcs
    me ajudem a adiquirir outra moto, vou ficar aguardando a ajuda de vcs, esta é minha
    proposta, depois que coversarmos ou por telefone ou pessoalmente e der tudo certo nós
    poderemos nos encontrarmos em uma consercionária à sua escolha pode ser de usados e eu
    darei minha moto, ela tá novinha impecável toda em dias 4.000Km rodados e vcs só
    completarão o valor da outra, como eu falei pode ser usada mesmo, não tem problema, eu
    vou cuidar e deixar sempre conservada. Eu sonho muito com isso, é engraçado que as vezes
    uma vez no mês, eu vou nas lojas da HONDA aqui por Salvador mesmo, só pra ver os novos
    lançamentos, tirar fotos ou até mesmo só pra olhar as motos. Então é isso aí meus amigos,
    um forte abraço e muito obrigado pela atenção.Não me juguem.Liguem nem que seja pra conhecer um pouco da minha vida.

  2. Paulo Martins

    òtimas dicas, já dei umas voltas pelo nosso Brasil, agora em 12 de outubro pretendo ir pro Atacama, rodas por quatro paises sulamericanos e seis estados brasileiros. Vou de custon 250 cc, Mirage. Se alguém quiser ir comigo estou aceitando companhia. Entrem em contato por e-mail prm52 hotmail.
    Vou seguir as dicas dadas aqui, valeu mesmo.

  3. Charles

    Comentarios sensacionais, ando por ahi a mais de trinta anos depois de vinte morando no Brasil decidi comenzar a ir para o Oeste e Norte deste pais maravilhoso, amigo geralmente viajo sozinho já que meus periodos para lazer dificil de convinar com alguen e garanto para ti,Sul e Sudeste,Uruguai,Argentina, Chile ourtro mundo, nosso Oeste e centro oeste esquece de boas estradas,muuito bicho e de alguna infraestrutura boa e barata o negocio e salvagem, parr o Norte passo do Rio simplesmente fantastico fora que rapaiz tira o chapeu para esse povo nordestino acolhedor e carinhoso e só ande até Mossoro,Pau de Pedra Caico, Currais Novos e sei lha quanto lugar doido sim, contar que hum devoto de Santa Rita de Cassia fez uma estrutura de cemento da santa maior que do cristo redentor.Fico devendo as fotos que como bom anarquista quere ver, pode ir esta lha para ser visto as dicas eu dou sim problema, tudo que Vc. falo e muita agua JAJAJAJAAJA;;;;;;;;;;;; Abs;;;

  4. fabiano arruda

    adorei vê as fotos e a matéria muito boa esta de parabéns gosto de viajar não tenho dinheiro para ter uma moto de cilindrada maior viajo no ciclomotor não precisa de habilitação vou adicionar no iotube as viagens para vários estados do nordeste do brasil

  5. Parabens, e preparem-se para relatarem a proxima…
     uma longa viagem e com cuidado e disciplina!

  6. e muito bom uma viagem dessa muio bom…. eu e mais treis amigos manda us tok para min bom dia amigo……………………

  7. Jefferson Paes

    Belas fotos de algumas das viagens do meu Pai (Cicero Paes). Grande abraço.

  8. Emilio

    Me parece que a maioria dos motociclistas preferem viajar em motos trail e nunca de custom,

    que ces acham?

  9. Emilson Fernandes

    Dicas muito importante. Curiosamente eu e mesu parceiros seguimos mais ou menos o mesmo tipo de procedimento … mas um pequeno reparo:

    Hidrogênio no pneu seguramente vai mandar o motociclista de foguete para a lua ( e o cemitério!). Nitrogênio é o gas para se encher os pneus !!!!!!!!!!!!!!

  10. LUCAS NOVAES

    100.000km?? Escreve um livro meu, eu compro.

  11. elciovitoria

    muito legal! estou para pegar a estrada, mas só depois que eu trocar minha jereba 125 por uma Virago 535.
    abraços

  12. Emilio

    Eu realmente cansei de planejar viagens que nunca deram certo como planejado, prefiro sair na louca, apenas com um destino mais ou menos em mente, no mais resolvo os problemas na hora, com uma moto bos, nova e dinheiro, voce consegue tudo, vou parando pra comer e dormir onde der, ponho gasolina em qualquer posto, quebrou? chamo um guincho, pousada, pensão, percurso qualquer um, mudo a rota, saio por cada buraco.
    É muito mais legal, experimente um dia, vai indo rodando.

  13. Marcelo (Recife): Obrigado pelo carinho das palavras. Ficamos felizes em poder contribuir um pouquinho com os companheiros. 

    Um fraterno abraço

  14. bem legal a tua matéria e com alguns toques dela eu fiz a primeira de muitas viagens que farei pela frente, fui a serra do rio do rastro saindo de tramandai com mais tres amigos. abraços de Tdai

  15. Marcelo Paulo/Recife/PE

    O Cícero Paes e Lourdes, são definitivamente um casal que orgulha nós motociclistas do Brasil e pelo mundo afora. Visito sempre o site dêles e leio as dicas e sugestões de viagens. São pessoas que Deus mandou pro mundo só prá ajudar ! . Tenho lido também à J3A do Policarpo Jr. na sua “guerreira” V-stron 650cc e o seu “pato louco”rsrsrs… ao Alasca. São dicas importantissimas vindas dessas pessoas que se preocupam com o próximo! Um grande abraço à todos e boas estradas….

  16. amigo antonio ribeiro gostei das dicas e de saber que vc rodou tantos kms na sua moto, estou pensando um dia fazer algo parecido, sou de teresina piaui e tenho uma xr200r/2000, te pergunto dá pra fazer uma viagem longa nela, digamos teresina/foz?
    grato joão de Deus

  17. Keka Ccó

    Parabens pelas dicas e viagens. Pretendo em Dezenbro(13) ir a Floripa, saindo aqui de CCó e depois(voltar) rumar para Antofagasta – Chile; se puder me mandar algumas orientaçòes do trajeto, ( iremos Ccó- Resistencia- Jujuy – S.P. de Atacama- Antofagasta) tipo: postos de gasolina ( qual usar),hoteis, alimentos,dicas de transito, policia caminera, remédio, seguro, vestimenta frio/calor, mal das alturas,etc, desde já obrigado. Motociclismo e adrenalina sim, mas com responsabilidade.Fui…

  18. Charles Sosa

    -Parabens Ribeiro, a muitos anos viajo pela america, só de Uruguay mais hoje moro em São Paulo,siento falta da camaradage do pessoal do sul.do parana para baixo.Menos Argentino claro, hehehe;;; em Otubro vó da uma volta pela casa da Mamá,e estou pensando voltar por o lado Argentino ,Mendoza,Cordoba,já faz dez anos que no ando por lá,agradeço sim sabes alguma coisa de como estão as carreteras e principalmente aquela policia rodoviaria simpatica.Abraços friendship;;;

  19. Kawahara

    Obrigado pelas dicas Ribeiro, vou registrar e repassar aos companheiros. Muitos Bodes do RJ são amigos.

  20. Eduardo

    Mto legal, é a primeira vez que visito este site e já virei fã…adorei as reportagens e o pessoal bem sincero e dicas legais…abçss!!!

  21. Milton

    Parabéns pela matéria, foi de muita valia p/ futuros aventureiros que se habilitam a longas viagens. Gostei bastante e aproveitem bastante as novas aventuras. E como vc disse quando viajamos de moto tornamos parte integrante da paisagem.

  22. allan passos

    parabens pela materia mto boa
    espero um dia poder viajar esse tanto como vc.
    dicas de grande ultilidade…

  23. Vi em uma outra publicação uma dica super interessante: Celular sempre na jaqueta, envolto em uma sacola plástica para não molhar. Em caso de queda e imobilidade do piloto (moto em cima da perna, etc…) o celular está a mão para um possível pedido de resgate. Um detalhe simples, porém de extrema utilidade. Parabéns pelo site, simples, limpo e direto ao ponto. Conheci a pouco tempo e já virei fã.

Deixe um comentário

Você deve estar logado para publicar um comentário.